De acordo com o Observatório do Cinema, em um artigo publicado no passado dia 10 de dezembro de 2019, já foi tomada uma das decisões anuais mais importantes no âmbito da cultura brasileira. A Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) se reuniu para decidir, votar e escolher os melhores filmes e artistas do cinema brasileiro de 2019. Foram sete as categorias com vencedores. A reunião aconteceu na sede do Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo.

Veja quais foram os melhores do cinema do Brasil de 2019.

Melhor filme

“Bacurau”, que conta a história de uma pequena comunidade no Nordeste, vem ganhando aclamação internacional. Venceu o Prêmio do Júri do Festival de Cannes de 2019, sendo o segundo filme brasileiro da História a conseguir esse feito (o primeiro tinha sido “O Pagador de Promessas”, em 1962).

Melhor diretor

Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, os diretores de Bacurau, levaram também o prêmio de melhor diretor, algo que com certeza não foi uma surpresa. Para Mendonça Filho é mais um reconhecimento em uma carreira de sucesso impressionante. Basta lembrar que “O Som ao Redor” conseguiu também um forte reconhecimento internacional; um crítico de cinema do New York Times apontou o filme como um dos dez melhores realizados em 2012.

Melhor roteiro

Ives Rosenfeld e Pedro Freire venceram o prêmio de melhor roteiro com “Aspirantes”, a história de um jovem futebolista que vê sua namorada ficar grávida enquanto seu colega e amigo, também atleta, está próximo de virar profissional.

Melhor ator

Christian Malheiros, o talentoso protagonista do filme “Sócrates” venceu com justiça o prêmio de melhor ator.

Melhor atriz

O livro “A Vida Invisível de Eurídice Gusmão”, de Martha Batalha, foi a base para o filme “A Vida Invisível”, que deu o prêmio de melhor atriz tanto para Julia Stockler como Carol Duarte

Melhor documentário e prêmio especial do júri

Os vencedores foram “Democracia em Vertigem” e “A Rosa Azul”, respectivamente.